01 janeiro 2010

DESEJOS PARA 2010

Sem sombra de dúvidas desejo:
Que nossos dias sejam repletos de harmonia, onde aprender tenha o verdadeiro significado que nos leva a atingir nossos objetivos tão bem traçados numa daquelas idas ao travesseiro antes de dormir.

Que a cada manhã possamos juntos estudar a melhor forma de nos comprometer com o bem sem olhar a quem.

Que antes de olharmos nossos problemas achando-os insolúveis, olhemos ao lado e vejamos o quanto temos e não nos danos conta disto.

Que se podemos redigir um pequeno e desinteressado texto com uma pequena lista de desejos nos darmos conta do grau de responsabilidade que isto implica, pois sem nossas mãos perfeitas não o estaríamos fazendo, sem nossa capacidade de pensamento funcionando perfeitamente as conexões seriam descontinuadas e por fim, se não tivéssemos a consciência de nossos anseios, nossas verdades ficariam ao acaso, sem o conhecimento mútuo, algo imprescindível ao crescimento pessoal.

MUITO SE PEDIRÁ ÀQUELE QUE MUITO RECEBEU

O servo que souber da vontade do seu amo e que, entretanto, não estiver pronto e não fizer o que dele queira o amo, será rudemente castigado. - Mas, aquele que não tenha sabido da sua vontade e fizer coisas dignas de castigo menos punido será. Muito se pedirá àquele a quem muito se houver dado e maiores contas serão tomadas àquele a quem mais coisas se haja confiado. (S. LUCAS, cap. XII, vv. 47 e 48.)

Vim a este mundo para exercer um juízo, a fim de que os que não vêem vejam e os que vêem se tornem cegos. - Alguns fariseus que estavam, com ele, ouvindo essas palavras, lhe perguntaram: Também nós, então, somos cegos? - Respondeu-lhes Jesus: Se fôsseis cegos, não teríeis pecados; mas, agora, dizeis que vedes e é por isso que em vós permanece o vosso pecado. (S. JOÃO, cap. IX, vv. 39 a 41.)

Principalmente ao ensino dos Espíritos é que estas máximas se aplicam. Quem quer que conheça os preceitos do Cristo e não os pratique, é certamente culpado; contudo, além de o Evangelho, que os contém, achar-se espalhado somente no seio das seitas cristãs, mesmo dentro destas quantos há que não o lêem, e, entre os que o lêem, quantos os que o não compreendem! Resulta daí que as próprias palavras de Jesus são perdidas para a maioria dos homens.
O ensino dos Espíritos, reproduzindo essas máximas sob diferentes formas, desenvolvendo-as e comentando-as, para pô-las ao alcance de todos, tem isto de particular: não é circunscrito: todos, letrados ou iletrados, crentes ou incrédulos, cristãos ou não, o podem receber, pois que os Espíritos se comunicam por toda parte. Nenhum dos que o recebam, diretamente ou por intermédio de outrem, pode pretextar ignorância; não se pode desculpar nem com a falta de instrução, nem com a obscuridade do sentido alegórico. Aquele, portanto, que não aproveita essas máximas para melhorar-se, que as admira como coisas interessantes e curiosas, sem que lhe toquem o coração, que não se torna nem menos vão, nem menos orgulhoso, nem menos egoísta, nem menos apegado aos bens materiais, nem melhor para seu próximo, mais culpado é, porque mais meios tem de conhecer a verdade.
Os médiuns que obtêm boas comunicações ainda mais censuráveis são, se persistem no mal, porque muitas vezes escrevem sua própria condenação e porque, se não os cegasse o orgulho, reconheceriam que a eles é que se dirigem os Espíritos. Mas, em vez de tomarem para si as lições que escrevem, ou que lêem escritas por outros, têm por única preocupação aplicá-las aos demais, confirmando assim estas palavras de Jesus: "Vedes um argueiro no olho do vosso próximo e não vedes a trave que está no vosso." (Cap. X, nº 9.)
Por esta sentença: "Se fôsseis cegos, não teríeis pecados", quis Jesus significar que a culpabilidade está na razão das luzes que a criatura possua. Ora, os fariseus, que tinham a pretensão de ser, e eram, com efeito, os mais esclarecidos da sua nação, mais culposos se mostravam aos olhos de Deus, do que o povo ignorante. O mesmo se dá hoje.
Aos espíritas, pois, muito será pedido, porque muito hão recebido; mas, também, aos que houverem aproveitado, muito será dado.
O primeiro cuidado de todo espírita sincero deve ser o de procurar saber se, nos conselhos que os Espíritos dão, alguma coisa não há que lhe diga respeito.
O Espiritismo vem multiplicar o número dos chamados. Pela fé que faculta, multiplicará também o número dos escolhidos.


Allan Kardec. Da obra: O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo XVIII. Livro eletrônico gratuito em http://www.febnet.org.br. Federação Espírita Brasileira.

Mensagem de Bom Ano.

Recebi esta mensagem de um amigo querido e gostaria de conpartilhá-la.
Toda semente produz no solo do tempo e as almas imaculadas não povoam ainda a
Terra.
Distribui, portanto, a paciência e a bondade com todos aqueles que se enganaram
sob a neblina do erro, para que não te faltem a paciência e a bondade do irmão a que te arrimarás no dia em que a sombra te ameace o campo das horas.
Auxilia, enquanto podes.
Ampara, quanto possas.
Socorre, quanto possível.
Alivia, quanto puderes.
Procura o bem, seja onde for.
E, enquanto podes, desculpa sempre, porque ninguém fugirá do exato julgamento
na eterna lei.

28 dezembro 2009

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...